Rio Preto Shopping

#RifaDoBem: Conheça o William, o garotinho que está produzindo uma onda de solidariedade em Rio Preto

Publicado dia 15 de dezembro de 2015 às 09:37. Última atualização: 15 de dezembro de 2015 às 09:37. 2 comentários.


William Cury Atkinson: tem como não amar? (Foto: Arquivo Pessoal)

William Cury Atkinson: tem como não amar? (Fotos: Arquivo Pessoal)

A história que você vai ler a seguir, infelizmente, não combina com essa época de Natal. Na verdade, não combina com época nenhuma. Mas está aqui no blog por uma razão muito especial: o teor de carinho e amor que vem espalhando entre inúmeros grupos de rio-pretenses.

Trata-se da saga de William Cury Atkinson, um garotinho super esperto de apenas quatro anos. Em maio de 2014, então com quase dois anos, Will foi diagnosticado com leucemia.

Sim, a notícia caiu como uma bomba no lar da rio-pretense Eliana Cury e do inglês Jonathan Atkinson, pais do garoto. A família vive desde 2005 em Swanage, uma cidade no sudoeste da Inglaterra.

Jo

Jonathan, Will, Eliana e Gary.

Tudo começou quando os pais perceberam nódulos na garganta e alguns pontinhos vermelhos na barriga de Will. “Corremos para o médico, lógico. Mas na primeira consulta ele não diagnosticou nada, além de vírus”, conta Eliana à Coluna.

Como os sintomas persistiram por uma semana, ela decidiu fazer o teste do copo em William – método de pressionar um copo de vidro sobre o ponto vermelho na pele da criança. “Caso os pontos desapareçam, não é nada. Do contrário, há chances de meningite”, explica Eliana.

Como os pontos não desapareceram, foi solicitado um exame de sangue, cujo resultado confirmou: William estava com leucemia. Óbvio que Eliana dividiu a notícia com os amigos e familiares. Ninguém é de ferro. E, nessas horas, um ombro amigo é pedestal de luxo.

E foram alguns desses (bons) amigos de Rio Preto, todos solidários com a causa do garotinho, que criaram a página “Rifa do William” no Facebook – uma maneira de ajudar o menino e também os pais, uma vez que o tratamento, todos sabem, é bastante oneroso.

Eliana, por sua vez, sempre se emociona quando toca no assunto da rifa. “Na verdade, foi uma amiga quem teve a ideia. Ela me convenceu e abrimos a página no site. Em 48 horas já havia uma lista com 23 voluntários, 13 pontos de vendas, mais de 80 prêmios oferecidos e cerca de sete mil likes”, relembra.

Desde a criação da rifa e da página em si, que você também pode acessar e participar clicando aqui, os ânimos da família Cury Atkinson ganharam fôlego extra para superar a doença do filho. “Jamais imaginamos a proporção que iria tomar”, pontua Eliana.

Abaixo, a Coluna reproduz a lista atualizada com os pontos de venda onde a “Rifa do William” está circulando. Nas redes sociais, os rio-pretenses envolvidos na causa têm usado as hashtags  #‎todospelowilliam‬ ‪#‎amigosdowilliam‬ para turbinar a campanha. Entra nessa você também. Ser chique é ser solidário. E dessa forma, fica menos dura a vida do trapezista…

12388334_10153359326682615_830705357_n

← ANTERIOR

PRÓXIMO →

2 Comentários

  1. Waldyr Faria Jr

    Lindo isto querido. ..O LÊ GRAND CHEF está dando um curso para ser sorteado…ele é um riopretense…que precisa do carinho de todos…DEUS procê…

  2. Tks Beck querido. Sempre parceiro!

Seu comentário, nossa alegria!