Daniel promete um ‘passeio’ por sua trajetória musical durante o jantar. (Fotos: Divulgação)

O cantor Daniel volta a Rio Preto nesta quinta (23), quando canta no jantar beneficente realizado pela Widex, no Villa Conte, às 20h.

O evento, que está em sua segunda edição, tem renda total revertida às instituições ARPROM, IEFA e Comunidade Católica Mar a Dentro, que atendem, juntas, 1,3 mil pessoas.

Em 2016, o jantar contou com a participação de 400 pessoas e arrecadou R$ 60 mil, dividido, na ocasião, entre as entidades ARPROM e IEFA. A meta deste ano é dobrar o valor.

Com sistema open food e open bar, o jantar tem ingressos a R$ 300 por pessoa ou R$ 3 mil (mesa com 10 lugares). Interessados podem garantir o seu na sede da Widex Aparelhos Auditivos (Rua Antônio de Godoy, 4441, Redentora), na Brigadella (Riopreto Shopping) e na Austrini Móveis Planejados (Rua Penita, 3380, Redentora).

Além de contribuir com a ação beneficente, os participantes terão a oportunidade de conferir o show de Daniel denominado “Amores Seletivos”. Neste novo projeto, o cantor passeia por sua trajetória na música, envolvendo a plateia com sua emoção e versatilidade características.

E na sexta (24), Daniel se apresenta no Teatro Paulo Moura, das 11h às 14h30, durante programa especial e ao vivo transmitido pelo SBT Interior. A entrada no teatro custa apenas R$ 10 e toda a renda será revertida à AACD Rio Preto. Roda e avisa.

As instituições

ARPROM – Com quase 50 anos de história, a instituição tem como missão promover a inclusão social de jovens por meio da capacitação e profissionalização. Atualmente, são atendidos 400 jovens.

IEFA – O Instituto Educacional Francisco de Assis prepara jovens e adultos para o mercado de trabalho, por meio de cursos. Além de estimular a consciência ‘cidadã’ de cada um. Hoje são atendidas 600 pessoas.

Comunidade Católica Mar a Dentro – Promove o bem-estar de famílias em situação de vulnerabilidade respondendo às reais necessidades das famílias, tanto materiais quanto espirituais. Hoje, são 300 pessoas atendidas pelo projeto social e 3 mil que passam pela comunidade semanalmente.