Antônio Pompêo: polícia carioca investiga a morte do ator rio-pretense. (Foto: Divulgação)

Antônio Pompêo: polícia carioca investiga a morte do ator rio-pretense. (Foto: Divulgação)

Foi enterrado na manhã desta quinta (7), no Cemitério São João Batista, em Rio Preto, o corpo do ator e artista plástico Antônio Pompêo, 62 anos.

Encontrado morto por vizinhos  anteontem, em sua casa, no bairro de Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro. Pompêo nasceu em Rio Preto em 1953.  De acordo com um dos parentes que participaram das últimas homenagens ao ator, a família desconfia que ele tenha sofrido um infarto fulminante.

Já segundo a Polícia Militar de Guaratiba, Pompêo estava morto havia três dias. Um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte.

Pompêo atuou em mais de 30 trabalhos na TV e no cinema, sendo o primeiro deles em 1975, na novela “A Moreninha”, da Rede Globo. Na sequencia, participou de 12 filmes, sendo “Xica da Silva” (1976) o primeiro deles.

Estrelado por Zezé Motta, a atriz, aliás, foi uma primeiras colegas a manifestar pesar nas redes sociais. 

Zezé Motta: atriz e colega de Pompêo usou o Facebook para registrar seu pesar. (Foto: Divulgação)

Zezé Motta: atriz e colega de Pompêo usou o Facebook para registrar seu pesar. (Foto: Divulgação)

“Em choque e com muito pesar que comunico a perda do meu amigo e grande ator Antonio Pompêo. Juntos, trabalhos em ‘Xica da Silva’, ‘Quilombo’, entre tantos outros projetos no cinema, na televisão foram mais de cinco novelas onde tivemos a oportunidade em estarmos juntos… Pompêo também presidiu o Centro de Informação e Documentação do Artista Negro, fundado por mim em 1984. A dor é grande! Descanse em paz meu amigo”, publicou a atriz no Facebook.

É dura a vida do trapezista saudoso…