Boom Beer: app nasce para botar um fim no drama que é comprar bebida fora de hora ou longe de casa. (Fotos: Ricardo Boni)

[Alerta Open Bar]: Sabe quando você está fazendo festa ou churrasco em casa e acaba a bebida bem no meio da noite? E o pior: o único lugar aberto é aquela loja de conveniência longe pra dedéu? Sem falar que sair de casa para comprar bebida depois de ter tomado todas é sempre muito perigoso e inadequado.

Como a gente sabe que você também já passou por isso, este post chega pra botar um ponto final nesse drama todo: acaba de ser lançado em Rio Preto o Boom Beer – aplicativo de delivery de bebidas prático e funcional que vai direto ao ponto: renovar o estoque da casa, esteja a pessoa onde estiver.

Baixe o app através do Google Play ou App Store.

Disponível no Google Play e APP Store, o Bom Beer promete facilitar a vida da gente, sem enrolação. Ao baixar e abrir o app, o cliente dá de cara com os produtos disponíveis – uma variedade de marcas e preços para todas as ocasiões e paladares – , seleciona e confirma os pedidos, digita o endereço da entrega e a forma de pagamento e… Pronto! Tão simples quando degustar aquela deliciosa gelada.

A ideia do Boom Beer nasceu da forma mais genuína possível, ou seja, da dificuldade que as pessoas têm em comprarem bebidas em horários adversos, uma vez que repetidamente se deparam com a situação de “não saber aonde comprar”, ou “não saber quem realiza o serviço de delivery”.

Delivery que fala, né?

Essas cenas são relativamente comuns. De certo modo, existe uma grande dificuldade do vendedor encontrar o comprador, e vice e versa. Portanto, havia necessidade de oferecer um modo eficaz de solucionar a questão. Assim, surgiu do mundo virtual uma ferramenta que é uma grande aliada do mundo real, principalmente para aqueles momentos de descontração, de celebração e de encontros.

Além da praticidade, o Boom Beer ainda traz outro benefício. Isso porque inúmeros acidentes no trânsito são causados em razão da locomoção dos consumidores embriagados. Portanto, o app oferece aquilo que a gente mais precisa: comodidade e praticidade.

Pronto, agora é só curtir com os amigos…

Além disso, possibilita melhores preços aos seus usuários, uma vez que os valores cobrados pelos concorrentes são inflacionados em razão da escassez da oferta. Por sua vez, o segmento serve festa tem importante influência na economia: cria empregos, ajuda a fomentar a indústria e gera impostos.

Os números também comprovam o êxito do Boom Beer. Segundo pesquisa da ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), uma grande parcela dos restaurantes e bares está transferindo todas as suas operações para apenas o delivery, setor financeiramente mais atrativo. Neste sentido, a própria associação destaca a eficácia dos apps ou sites, como é o caso do Boom Beer, dedicados especificamente a bebidas.

Opa, peraê que chegou mais bebida aqui…

Por último, vale ressaltar que o mercado de bebida é gigantesco no Brasil. Apenas o segmento de cervejas movimenta em torno de R$ 75 bilhões, sendo 1,6% do PIB do País. O mercado destilado, outro grande destaque, movimenta em torno de R$ 8 bilhões (dados obtidos pela FGV). Além dos enormes mercados de refrigerantes, sucos, águas e outros tipos de bebidas alcoólicas. E mesmo assim embora este mercado seja grandioso, ainda não há uma parcela significativa destinada ao “consumidor-online”, ou seja, aquele nicho que prioriza a compra por meio digital.

Outro ponto importante a ser ressaltado é o perfil do internauta: o principal consumidor dos aplicativos e sites. Conforme uma pesquisa realizada pelo Ibope, 72% dos internautas consomem bebidas alcoólicas, dos quais 68% preferem cerveja, 42% consomem vinho, 24% bebem vodka, 20% whisky, entre outras bebidas. Já o mercado de apps e sites em 2016 movimentou R$ 9 bilhões, e ainda foi capaz de crescer 12% no mesmo período, mesmo na atual conjuntura política e econômica do Brasil, conforme pesquisa realizada pelo ABRASEL.

Com essas projeções, o Boom Beer surge sob o signo do sucesso. Afinal, este APP traz consigo o jeito inovador de pedir bebidas. Levantou o dedo, teclou e pronto. Tá na mão!

Partiu mais entregas…