Terminal Integrador de Guará: infraestrutura logística para o escoamento da atual produção de açúcar bruto e vendas originadas por trading da Tereos. (Fotos: Divulgação/VLI).

A Tereos, segunda maior produtora de açúcar do mundo com sete unidades no interior de São Paulo, e a VLI, operadora logística que integra ferrovias, terminais intermodais e portos, anunciaram, nesta quarta (27), um investimento conjunto para a construção de dois armazéns de açúcar no estado de São Paulo e a assinatura de um contrato de longo prazo para o transporte de 1 milhão de toneladas de açúcar bruto por ano.

Os armazéns serão instalados dentro do sistema ferroviário da VLI, que começa no interior de São Paulo e termina no Porto de Santos. Entre 2018 e 2019, a Tereos investirá um total de R$ 145 milhões. A VLI também aportará R$ 60 milhões em dois anos.

Por meio desta parceria, a Tereos assegura infraestrutura logística para o escoamento, do interior do estado até o porto, da sua atual produção própria de açúcar bruto e vendas originadas por trading –  garantindo a expectativa de crescimento destas operações.

A VLI  oferece soluções para o agronegócio, siderurgia e produtos industrializados no Brasil e é uma das maiores empresas ferroviárias do país. Seu principal mercado é o agronegócio, respondendo por quase 50% do total das cargas transportadas. Com este acordo, a empresa unirá a sua experiência e conhecimento em transportes de cargas em grande escala à sólida e duradoura posição do Grupo Tereos no Brasil.

A parceria prevê um acordo comercial para transporte ferroviário de açúcar bruto com destino à exportação. As cargas partem do terminal intermodal da VLI na cidade de Guará, no Noroeste de São Paulo, próximo ao polo de produção da Tereos, e seguem pelos trilhos até o Tiplam, terminal portuário da VLI em Santos. De 2013 a 2017, o açúcar transportado pela VLI nessa mesma rota dobrou (passando de 2,3 milhões de toneladas para 4,6 milhões de toneladas), impulsionado pela operação desses terminais.

Para viabilizar o acordo, a Tereos e a VLI investirão na construção de um armazém de açúcar bruto em Guará, com capacidade de armazenamento de 80.000 toneladas, e outro em Tiplam, com capacidade de armazenamento de 114.000 toneladas, que serão operados pela VLI.

O Brasil é o maior produtor mundial de açúcar, com uma participação de mercado próxima a 50% das exportações mundiais. O investimento anunciado, em um mercado-chave para o açúcar como o Brasil, oferece uma sólida plataforma de entrada para a Tereos no segmento logístico brasileiro, um passo importante para aprimorar os negócios de açúcar bruto.

Durante o último ano fiscal, a Tereos Commodities comercializou cerca de 1,4 milhão de toneladas de açúcar no mundo, um aumento de cerca de 40% em relação ao ano anterior.

Para Alexis Duval, diretor-presidente da Tereos, este investimento reforça a importância de se investir em logística no Brasil e a relevância da divisão brasileira de açúcar para o Grupo. “É uma grande oportunidade para a Tereos ter uma parceria de longo prazo com uma empresa líder em logística com um sistema integrado de última geração. Este investimento fortalecerá a presença da Tereos no Brasil”, afirma.

Segundo Marcello Spinelli, diretor-presidente da VLI, a empresa tem como principal compromisso transformar a logística no Brasil, sempre compartilhando valor com seus parceiros. “O anúncio com a Tereos enfatiza nossa missão de oferecer soluções logísticas integradas ao negócio de nossos clientes, e a VLI tem a estrutura ideal para este acordo estratégico: investimos mais de R$ 9 bilhões em 2013 em um sistema integrado de logística, interligando ferrovias, terminais e portos. O fato de termos dobrado o volume de transporte de açúcar nos últimos anos é um grande resultado destes investimentos”, explica.

Tiplam: terminal portuário da VLI em Santos.