Pode falar: o fofurômetro vai ou não vai explodir? (Fotos: Bruno Arantes/Divulgação)

Olar, brazeeel! Bom dia pra você que tem nova e linda exposição para visitar no Riopreto Shopping.

Nesta semana, o fofurômetro promete atingir índices inéditos de audiência com a mostra “Mundo Down”, assinada pelo fotógrafo Bruno Arantes e pela artista plástica Stela Maria Atanázio.

Em cartaz até o dia 29 deste mês, a exposição de fotos coincide com o Dia Internacional da Síndrome de Down, lembrado no dia 21 de março. Além da mostra em si, o Riopreto Shopping e o Coletivo Irmãs Down preparam uma semana com uma série de atrações que agregam apresentações culturais, performances e palestras.

Stela Atanázio e Bruno Arantes: mentores da exposição “Mundo Down”.

“Não é apenas pela arte. Quem convive de perto com a causa como é meu caso, sabe da importância de quebrar barreiras da inclusão e transformá-las em respeito. É isso que as Irmãs Down procuram”, conta Stela, mãe de Judah Atanazio, 22 anos, “um lindo Down” ,como ela mesma define.

Stela explica que a proposta do projeto “Mundo Down” é levar os artistas aos seus mundos preferidos, mostrar suas habilidades e sonhos. Entre palácios, contos de fada, cozinhas afetivas, reproduções de filmes, shows e outros cenários de vivência e preferência de cada um dos meninos e meninas Down, que se mostraram grandes protagonistas de suas histórias, a exposição flerta com o lúdico, mostrando realidades diárias dos pequenos grandes protagonistas.

Fotos e cenografia impecáveis. Vale a visita.

Formada em Artes Plásticas pela Escola Pan-americana de arte, a artista plástica Stela Maria Atanázio foi premiada no Salão Internacional de Joanesburgo, em 2010, e no Salão de Arte Contemporânea do Soho, em Nova York, no mesmo ano.

“A arte é atemporal, é a representação do momento em que vivemos, portanto escreve a história, sendo assim vai além da beleza plástica, pois é uma importante ferramenta de expressão e inclusão social”, diz a artista, apaixonada por materiais recicláveis.

Já Bruno Arantes é formado em Jornalismo com atuações em vários veículos de comunicação de Rio Preto, como “Revista Ordem”.

Para esta exposição, Bruno e Stela realizaram mais de 30 sessões de fotos com portadores da Síndrome de Down, desde bebês até jovens na faixa dos 25 anos de idade. Um trabalho que contou com a participação direta dos integrantes do Coletivo Irmãs Down. Bacana, né? Então corre ver tudo de perto.