Olivier X Semenzato: nem vem que não tem, o entrecôte é meu! (Fotos: Divulgação)

Olivier X Semenzato: nem vem que não tem, o entrecôte é meu! (Fotos: Divulgação)

Pendenga judicial das boas envolve o empresário rio-pretense José Carlos Semenzato, da SMZTO Holding de Franquias, e o chef e apresentador de TV Olivier Anquier, do GNT.

De acordo com o colunista do UOL Ricardo Feltrin, dono do furo, o rio-pretense está processando Olivier numa arrastada batalha judicial, denominada nos bastidores de a “guerra do bife.”

Mas calma, não se trata de um bife de coxão duro à la Berenice. Neste caso, trata-se do suculento entrecôte, mais popular como filé da costela bovina.

Pois bem, Semenzato, que é dono da franquia L´Entrecôte de Paris, está pedindo R$ 1 milhão de indenização por danos morais, materiais e difamação contra Anquier, dono do L’Entrecôte D’Olivier.

Pivô da 'guerra do bife', o entrecôte segue suculento, mas a gente só tem coxão duro na geladeira...

Pivô da ‘guerra do bife’, o entrecôte segue tenro e suculento, mas a gente só tem coxão duro na geladeira…

Em linhas gerais, de acordo com Feltrin, o empresário de Rio Preto acusa o chef famoso de tentar se apropriar de uma receita universal, do nome do corte da carne e do chamado conceito de restaurante de prato único. Tudo porque, em ambas as casas, o único prato servido é o tal do entrecôte.

A pendenga, que começou há cerca de três anos, corre em segredo de justiça, quédizê, corria, porque agora já é de domínio público. E você pode acompanhar, caso queira, a íntegra de todo o bafafá aqui. Porque eu ainda preciso bater um bife pro almoço. É dura a vida do trapezista entrecortado.

coluna_beck_20171