Whindersson: um quarto, uma câmera, mamilos ao vento e muito humor elevaram o piauiense à condição de fenômeno internacional do Youtube. (Fotos: Divulgação)

Um quarto, uma câmera, mamilos ao vento e muito humor: eis os elementos que elevaram Whindersson Nunes à condição de fenômeno internacional do Youtube. (Fotos: Divulgação)

De acordo com recente pesquisa realizada pela Snack Intelligence, plataforma de network brasileira, ele SÓ É o segundo youtuber mais influente do mundo.

De quem se trata? Do piauiense Whindersson Nunes, cujo canal no Youtube avoluma hoje mais de 12 milhões de inscritos (isso mesmo, algo equivalente à quase toda população do Estado de São Paulo).

E é justamente a bordo de todo esse sucesso que Whindersson desembarca  em Rio Preto, nos dia 2 e 3 de outubro, quando ele apresenta no Teatro Paulo Moura seu show de comédia “Marmininu”. As sessões serão realizadas às  21h e 22h, respectivamente.

Origem do fenômeno? Coisa de três anos atrás, quando ainda não tinha nem 18 anos, Whindersson postou seus primeiros vídeos no Youtube (abaixo, um dos últimos episódios postados por ele) . O sucesso do rapaz foi instantâneo, comprovando que nenhum recalque, cara feia ou boicote tiram do caminho quem já nasce com a bússola virada pra fama.

No início, Nunes começou postando paródias musicais. Hoje em dia, seus episódios abordam todo tipo de assunto, sempre com um pé no humor e outro no escracho.

Alçado à condição de humorista nacional, o próximo passo de Whindersson foi se manter humilde, rindo de sua própria condição de famoso – fórmula natural para quem se pergunta: “por que só eu que não vingo na internet?” Na dúvida, favor ler a bula de outro atual fenômeno das redes sociais, a maranhense Thaynara OG.

Agora vai, que o post já ficou longo demais e você ainda precisa garantir seu convite (aqui) e contar a novidade prazamigas. É dura a vida do trapezista conectado…

banner-site-coluna-beck-728x90px4