Guina Vinil: colecionador e fã de LPs mostra no Riopreto Shopping seu acervo de

Guina Vinil: colecionador e fã de LPs mostra no Riopreto Shopping seu acervo com mais de cinco mil títulos em vinis. (Fotos: Ricardo Boni)

De olho no revival dos discos de vinil, o Riopreto Shopping estreia, nesta terça (16), a exposição “O Mundo do Vinil”, uma maneira charmosa e nostálgica de contar a história dos LPs – objetos do desejo de toda uma geração, entre os anos 1940 e 1980.

Recentemente, os discos de vinil voltaram a conquistar pessoas apaixonadas por música, movimentando assim a indústria fonográfica e colecionadores em todo o mundo.

No Brasil, mais especificamente, a tendência pode ser comprovada através do trabalho de diversos artistas e bandas, que vêm lançando álbuns no formato “bolachão”, como Luan Santana, Zé Ramalho, Titãs, Zeca Baleiro, Pitty, Criolo, entre outros.

Estandes montados na Praça 4 de Eventos: nostalgia e discotecagem para centenas de fãs.

Estandes montados na Praça 4 de Eventos: nostalgia e discotecagem para centenas de fãs.

No lançamento desta noite, no centro de compras, imprensa, colecionadores e formadores de opinião serão recebidos com uma discotecagem a partir de vinis raros, fertilizando o crescimento desta cultura por aqui.

Dito isso, também é importante informar que o Brasil conta atualmente com três fábricas e cada vez mais pessoas interessadas na ‘vinilcultura’. A exposição “O Mundo do Vinil ficará em cartaz no Riopreto Shopping” até o dia 28 de agosto, na Praça 4 de Eventos.

O acervo à disposição do público, um oferecimento do colecionador Guina Vinil, conta com mais de cinco mil discos, entre os quais itens raríssimos como o disco Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band, dos Beatles, e Casa das Máquinas, da banda brasileira de rock setentista que leva o mesmo nome.

Exposição começa nesta terça e segue até o dia 28 de agosto.

Exposição começa nesta terça e segue até o dia 28 de agosto.

“Minha coleção não para de crescer, sempre estou comprando mais e mais discos, virou um vício”, conta o expositor. No Riopreto Shopping, Guina garante que vai agradar pessoas de diversos estilos e idades. Entre os itens expostos, muitos serão comercializados. Também estarão à mostra várias vitrolas com design retrô em diversas cores e modelos.

Rebobinando

Os discos de vinil foram criados no fim da década de 1940. Até a década de 1980, quando foram lançados os CDs, os “bolachões” foram uma febre entre músicos e fãs.

Depois de terem se tornado artigos de sebo, os vinis voltaram à tona. O revival em si começou no ano passado, quando mais de um milhão de discos foram comercializados no Reino Unido, um feito que não acontecia desde 1996.

A fim de resgatar toda essa história, a exposição “O Mundo do Vinil” será gratuita e ficará aberta nos horários de funcionamento do Riopreto Shopping. Roda, ouça e avisa. É dura a vida do trapezista em 48 rotações…

IMG_8947 (Custom)

“Sou um viciado em vinil, minha coleção nunca para de crescer”, diz Guina.